BRT, Parque e Av. Linhão da Light de Irajá – Um novo eixo radial e transversal

por
Quero Metrô
Quero Metrô | Mar 28, 2015 | em Mobilidade Urbana

Ao analisarmos o Rio do alto, percebe-se alguns rasgos verdes bem estreitos no adensamento urbano. São os terrenos das linhas de transmissão de energia elétrica da cidade. A primeira vista, um mal necessário e que até pode ser usado pela população com criatividade. Em muitos locais, tais corredores verdes abrigam campos de futebol e hortas ou chácaras comunitárias, com pequena produção de temperos, ervas e verduras. Porém, estas linhas de transmissão causam segregação abrupta, dividindo bairros e até municípios na Região Metropolitana. E o que fazer?

Com a Parque Madureira, vislumbra-se uma nova solução para os terrenos das torres de energia: parques lineares. Ainda mais numa região impermeabilizada e com poucas (ou nenhuma) opção de lazer como a Zona Norte. Porém, mais que um parque, estes terrenos podem representar um novo e importante vetor de desenvolvimento e deslocamento pela cidade. Um raio de mais de 4km separa a estação Penha da SuperVia da estação Vicente Carvalho do Metrô-Rio. Uma área extremamente adensada, de grande população cujo a única opção de deslocamento é o modo rodoviário na maior parte do tempo de seus deslocamentos.

Além disso, há uma barreira física que impede a região do vale de Irajá de se comunicar com o vale de Inhaúma (que contém, por exemplo, o Méier) e o vale da Tijuca. Uma barreira que pode ser quebrada, tornando possível uma maior integração do Rio de Janeiro com ele mesmo. Essa é a ideia por trás da Av. Linhão da Light e do sistema de BRT Tijuca x Del Castilho x Jardim América/Fundão. Uma avenida com orla verde nas linhas de transmissão da Light em Irajá, conectada a Linha Amarela por um túnel sob a Serra da Misericórdia e seguindo então até a Tijuca pelo túnel Noel Rosa. E numa proposta simples porém arrojada, com quase nenhuma desapropriação nas suas fases (apenas ribeirinhos do Rio Irajá e uma pequena via arterial necessária no Jacarezinho desalojaria moradores).

 Dois troncos de BRT:

 Jardim América x Tijuca – com os terminais:

- Jardim América (integração Baixada e Linha Vermelha);
- Margaridas (integração Av. Brasil e Baixada via Dutra);
- Olimpo (integração TransCarioca);
- Nova Brasília;
- Del Castilho (integração Metrô-Rio, SuperVia, Linha Amarela e Suburbana);
- Manguinhos (integração SuperVia);
- Sampaio (integração SuperVia);
- Vila Isabel;
- Sáenz Peña (integração Metrô-Rio)

Fundão x Tijuca, também proposto por Bolanhos (post/84630) – com os terminais:

- Fundão (integração Baixada, Linha Vermelha, TransCarioca e UFRJ);
- Maré/Pinheiro;
- FioCruz (integração Av. Brasil);
- Del Castilho (integração Metrô-Rio, SuperVia, Linha Amarela e Suburbana);
- Manguinhos (integração SuperVia);
- Sampaio (integração SuperVia);
- Vila Isabel;
- Sáenz Peña (integração Metrô-Rio)

Quatro parques tomariam forma nesse projeto:

- Parque Linear do Irajá - com mais de 100 mil m²;
- Parque da Serra da Misericórdia – área verde preservada, com piscinão na pedreira do Alemão, ponte ecológica para o Parque da Tijuca e trilhas;
- Parque e Vila Olímpica Faria-Timbó – também no Alemão;
- Parque Linear de Manguinhos – parte em construção pelo PAC.

O projeto também contaria com um túnel integrador na Serra da Misericórdia, o Túnel da Misericórdia. Com cerca de 2,5 km de extensão, integrando dois dos principais vales da Zona Norte com travessia para pedestres e ciclovia.

O "Quero Metrô" é um projeto participativo e essa proposta foi organizada por Rodrigo Sampaio. Texto revisado por Pedro Geaquinto e Jana Rocha.

editado em mar 28, 2015 por Quero Metrô

Arlindo Pereira Mar 29, 2015

Excelente! O Parque Madureira pode ser um modelo a ser replicado, inclusive com a valorização dos terrenos nessas regiões.

Sergio Telles Mar 30, 2015

O projeto é legal, mas a chegada em Vila Isabel e na Tijuca está nada aplicável. Talvez fosse o caso de tentar seguir via Triagem e Mangueira até o Maracanã, onde seria possível integrar com todas as linhas de metrô e trem. BRT necessita de muito espaço para uma implantação adequada, não é o caso de várias das vias colocadas na diretriz sugerida.

Ágora Rio Apr 2, 2015

This idea has been advanced to the next phase

Share