Calçadas sombreadas e atrativas!

por
Simone Unanue
Simone Unanue | Mar 4, 2015 | em Mobilidade Urbana

Propor estratégias de conforto para calçadas e locais (praças, largos, etc.) para incentivar o uso por pedestres. As pessoas são "desencorajadas" a usar o espaço público quando este não proporciona bem estar, sensação de segurança ou conforto. Estrutras para sombreamento (marquises, pérgolas, etc.), árvores, calçamento adequado, equipamentos urbanos (bancos, lixeiras, etc.), são apenas alguns exemplos. 

Precisamos considerar o clima do Rio de Janeiro ao projetar espaços externos. Em um calor de 40 graus, quem vai querer andar na rua no sol?

João Pedro Maya Mar 4, 2015

Tem meu voto. Existem inúmeras ruas no Rio que são somente um descampado, não tem uma mísera sombra (não precisa ser somente sombra de arvóres) para ajudar o pedestre a andar sem se derreter.

Jaime Colorado Mar 4, 2015

Precisamos antes considerar que o básico já tenha sido atendido. Calçadas despadronizadas e esburacadas ainda são realidade no Rio. Depois de tratar isto poderiamos evoluir neste sentido.

Solução para esburacadas:

https://desafioagorario.crowdicity.com/post/86311

Solução para padronização:

https://desafioagorario.crowdicity.com/post/84902

Marcelo Santos Mar 4, 2015

Não acho que sejam mutuamente excludentes ou que uma tenha que vir antes da outra. Muito variável, mas me incomoda menos um chão esburacado do que um sol inclemente na lata.

Jaime Colorado Mar 5, 2015

perai... nao ter calçadas em um projeto de calçadas sombreadas? calçadas sem o correto calçamento não chegam a ser calçadas e sim areas baldias

 

Simone Unanue Mar 5, 2015

Gente, acho que o propósito principal é levantar ideias boas. Claro que não adianta ter uma calçada sombreada sobre um pedaço de entulho; mas, não podemos esquecer que a regulamentação do mínimo que as calçadas devem ter já existe. Inclusive temos a NBR de acessibilidade que fala sobre o assunto também. Minha ideia é justamente ir além do básico. Agora, se a Prefeitura não fiscaliza ou os cidadãos não constroem calçadas como deveriam (leia-se, o mínimo), isso é outra coisa.

Jaime Colorado Mar 5, 2015

Existir ou não é algo que é posto em xeque, por isto a ideia da padronização. Quanto a fiscalização, é ineficiente e inócua. 

Coloquei aqui que para uma boa mobilidade a pé, é necessário o basico: padrão e fiscalização e sua ideia é o complemento, como você mesmo concordou. Não discordo de sua ideia, só coloquei um ponto de atenção que acompanha a necessidade.

A sua ideia em si, já foi aplicada no Rio cidade no calaçadão de bangu e da Penha, mas vários outros lugares demandariam desta cobertura também.

View all replies (4)

Felipe Mendes Mar 5, 2015

Primeiro o arroz com feijão né.

André Ribeiro Mar 5, 2015

Quando todas as ruas do Rio de Janeiro forem arborizadas mesmo, podemos pensar nesta proposta.

José Henrique Melman Mar 9, 2015

Chego a sonhar com a Rio Branco remodelada como a primeira imagem, só com a linha do VLT a mais.

Luis Junior Mar 10, 2015

Uma sombra vai muito bem. Amo as calçadas da Tijuca pela beleza das árvores e por conseguir andar nelas, tem alguma conservação.

Share