Construção de nova rodoviária no Rio de Janeiro

por
Israel Lourenço
Israel Lourenço | Feb 26, 2015 | em Mobilidade Urbana

Construção de um novo terminal rodoviário no Rio no lugar da já saturada rodoviária Novo Rio. A construção da nova rodoviária deveria ser de fácil acesso por metrô, trem ou BRT. A rodoviária Novo Rio deveria ser desativada ou servir apenas para viagens dentro do estado do Rio de Janeiro.

Jaime Colorado Feb 26, 2015

Sempre pensei na Estação Leopoldina, aquele predio fantastico e histórico construido especificamente para transporte de passageiros como um complemento da Rodoviária Novo Rio, dividindo entre eles as viagens intermunicipais e interestaduais.

se ainda tiver esta integracao via VLT entre os prédios, metro e supervia, como nesta ideia, ficaria perfeito!

Dê uma olhada:

 

https://desafioagorario.crowdicity.com.crowdworks.net/post/84651

Waldyr Lage Mar 26, 2015

Bolanhos, a Estação Leopoldina faz parte do projeto do TAV Rio-SP.

Usuários marcados:

Jaime Colorado Mar 27, 2015

E cabe tudo ali. Ja viu o espaco tomado pelas peças de concreto da linha 4 do metro?

Waldyr Lage Mar 28, 2015

Sou a favor do uso vocacional da Estação Barão de Mauá. Não gostaria de vê-la como centro cultural ou outro tipo de ocupação. Para isso ou uma rodoviária, qualquer construção serve. Qualquer rabisco modernista vale. Ali não. Ali está uma construção histórica, que pode ser modernizada e continuar atendendo ao transporte ferroviário.
Teremos uma estação charmosa, arquitetura histórica, em pleno Rio de Janeiro.
Sem contar com a revitalização da Central... 
Barão de Mauá é pra trem e só. O projeto de revitalização da estação pelo TAV é maravilhoso. Os renders emocionam.
Pensei em terrenos enormes abandonados ali em São Cristovão. Na Bartolomeu de Gusmão, existe um terreno perto da estação Maracanã da SuperVia...

Jaime Colorado Mar 31, 2015

concordamos que a Estação merece ser usada para passageiros, por isto acredito em um patio rodoviario intermunicipal, futuramente integrado com o VLt, BrT Transbrasil e o "trem bala". Como disse, espaço nao falta.

Waldyr Lage Mar 31, 2015

Permita-me discordar de você, Bolanhos. 
Só imagino o uso da Leopoldina como estação ferroviária.
Também não acho que o novo corredor da Francisco Bicalho seja adequado, ainda mais na chegada da Praça da Bandeira e no acesso à Presidente Vargas, receba trânsito de ônibus rodoviários. Seria uma temeridade. Existem outros espaços melhores em São Cristóvão, sem contar que a própria Novo Rio passou muito recentemente por uma remodelação interna. 

Usuários marcados:

Jaime Colorado Mar 31, 2015

Todos os 128 mil m² que compõem a àrea? O Trilho do VLT sobre a Av. Francisco Bicalho ocuparia 28 mil m², ao norte, paralelo a Rua Francisco Eugenio, sobrando 100 mil m² de área.

Leia sobre: https://desafioagorario.crowdicity.com/post/84651

Projetando os fundos da Estação Leopoldina até as imediações da Rua Ceará, onde ainda existem trilhos e plataformas, tem-se 71m², então sobra ainda 29 mil m² ao Sul, paralelo ao trilho do Metro e Supervia (que permitiria uma integração futura) para um terminal de integração intermunicipal, deixando a Novo Rio apenas como interestadual.

Esta integração permitiria vir de Campinas e seguir para o Centro do Rio de VLT ou seguir para Macaé de ônibus de viagem sem sair do mesmo ambiente.

Waldyr Lage Apr 1, 2015

Você está esquecendo de toda a estrutura no Rio de estação terminal, área de manobra, manutenção, e futura expansão das linhas. Estação Leopoldina é HUB Fluminense do trem-bala. Inclusive, já reparaste que a estação é uma construção pela "metade"? Existem planos inclusive de sua expansão. Acredite: Não há a menor possibilidade em se instalar uma estação rodoferroviária em plena Francisco Bicalho.

Usuários marcados:

Jaime Colorado Apr 7, 2015

Permita-me discordar. Já viu o tamanho da Estação Gare du Nord, em Paris? É um terço da área da Estação da Leopoldina.

Waldyr Lage Apr 7, 2015

Bolanhos, não cabe a comparação. O terreno é menor mas a área construída e útil é MUITO maior do que a Leopoldina. Ela integra 3 linhas de Metrô, 3 linhas regionais da França, linhas internacionais para Bélgica e Inglaterra e até o trem-bala deles. Tiveram a sensatez de não misturar modais. Ela definitivamente é uma estação FERROVIÁRIA. Na nossa Leopoldina, que repito, FAZ PARTE DO PROJETO TER O PÁTIO TÉCNICO, NÃO cabe misturar rodoviária, principalmente pela localização. Você quer criar um fluxo de trânsito excessivo onde não há a menor necessidade. A Leopoldina já é um terminal interestadual. Colocar ali, na Francisco Bicalho com uma faixa a menos por conta do BRT, o fluxo de trânsito em direção à Presidente Vargase Praça da Bandeira, o novo público circulante dos imensos edifícios comerciais, você ainda quer enfiar um fluxo brutal de ônibus rodoviários?
Tua idéia não parece ser de "mobilidade".

Usuários marcados:

Jaime Colorado Apr 8, 2015

Para começar quero deixa bem claro que o basico eh o respeito mutuo, logo nao lhe cabe o julgamento da ultima frase.

quanto as dimensoes, recomendo um simples análise visual via Google maps.para não afirmar incoerência aos fatos.

View all replies (10)

Israel Lourenço Feb 27, 2015

Pois é Bolanhos, acho que um dos fatores principais seria a integração com algum modal de transporte de massa. Só acho que não é aceitável o Rio ter uma rodoviária tão ruim e pequena !!

Caio César Mar 6, 2015

Apesar de pensar que algo assim é uma obrigação do Governo do Estado do Rio de Janeiro, talvez uma PPP possa viabilizar uma empreitada do tipo.

Ágora Rio Apr 2, 2015

This idea has been advanced to the next phase

Gabriel Pereira Apr 2, 2015

Tinha um boato que Irajá abrigaria uma nova rodoviária, por ser um bairro estratégico para quem vem da Dutra, e passa no Trevo das Margaridas, parece.

Share