Trânsito inteligente

Aumento do fluxo do trânsito em locais com cruzamento de BRTS.

Explicando melhor

Em locais que a via do BRT corta vias de veículos comuns como em Vicente de Carvalho, poderia existir um sensor que fecharia o sinal para os veículos comuns apenas quando o BRT estivesse saindo da estação. Dessa maneira o trânsito ficaria livre para o BRT que não precisaria ficar esperando o sinal abrir e deixaria o fluxo livre para os demais veículos cruzarem a pista no intervalo em que os BRTS não estivessem passando.

RodrigoRJ Oct 8, 2014

Isso já não existe? Talvez falte ajustar o tempo... Veja a matéria a seguir: http://oglobo.globo.com/rio/com-sinalizacao-i...-sinais-6219539

Companhia de Engenharia de Tráfego Oct 8, 2014

O trânsito inteligente já está sendo posto em prática no Rio. No corredor Transcarioca foi implantado um sistema que prioriza a passagem dos BRTs, que estão transportando mais de 180 mil passageiros por dia.

Nos locais citados, o tempo de espera nas vias transversais é variável, contudo não excedendo a 100 segundos.

A CET-Rio monitora e efetua alterações pontuais nos tempos dos sinais sempre que necessário. Por exemplo, já foram efetuados ajustes nos tempos dos sinais nos cruzamentos com as Ruas Marambaia e Av. Meriti.

Também está em fase de calibragem o sistema adaptativo, que irá regular o tempo das vias transversais conforme a demanda sem prejudicar o sistema de prioridade dos BRTs, a exemplo do que já ocorre com o corredor TransOeste.

DIEL Oct 9, 2014

Rodrigo, o sistema de BRT já contempla sincronização dos sinais conforme a aproximação dos ônibus.

123 ABC Oct 9, 2014

Uma coisa é a propaganda feita, outra coisa é a prática sobre sinais inteligentes. O engarrafamento caótico que é criado toda manhã na Rua Cardoso de Morais, devido ao sinal de cruzamento com o BRT entre a Tv. Viuva Garcia e Rua Emilio Zaluar é um exemplo. O sinal fecha e absolutamente nenhum BRT passa durante todo o tempo de fechamento.

RodrigoRJ Oct 9, 2014

Nesse caso caberia uma reclamação à prefeitura.

Paulo Morais Oct 14, 2014

Muito bom!

Share