Desafio Ágora Rio

Categorias

Estacionamentos de integração

Postado por Ágora Rio (Admin) Nov 17, 2014 Postado em

Informações gerais:

Autor:  GiulianoSantanaNascimento

Fase de discussão:

  • Avaliações positivas: 67
  • Avaliações negativas: 4

 

Fase de avaliação:

  • Avaliação de 1 estrela: 23
  • Avaliação de 2 estrela: 1
  • Avaliação de 3 estrela: 1
  • Avaliação de 4 estrela: 5
  • Avaliação de 5 estrela: 21
  • Média: 3,00

 

Descrição:

Criar estacionamentos seguros, públicos e de grande capacidade para veículos e bicicletas em pontos chave da cidade como as principais estações de metrô, barcas, aeroporto, BRT, centro da cidade e grandes centros comerciais para que possa haver integração e viabilizar melhor mobilidade. Poderia também ser disponibilizada uma estrutura de apoio com aluguel de ferramentas, venda de peças de reposição, chuveiros e guarda-volumes com preço justo.

Resposta das secretarias:

SECPAR: Investir em mobilidade eficiente e sustentável é uma prioridade no Rio de Janeiro. Nisso, a bicicleta tem papel fundamental. Diversas iniciativas estão acontecendo na cidade com o objetivo de popularizar esse tipo de transporte.

Os novos empreendimentos no Porto Maravilha precisam atender a uma série de exigências que tem o ciclista como foco. Os projetos devem ter bicicletários e vestiários com chuveiro, uma forma de incentivar o uso não apenas como lazer, mas como meio de transporte. Até 2014, serão 17 quilômetros de ciclovias atendendo a região.

Para os Jogos de 2016, estão sendo planejados projetos de ciclovias alimentadoras aos transportes de alta capacidade e no entorno das instalações olímpicas, incluindo as Zonas Norte e Oeste da cidade.

Na região da Barra da Tijuca, como parte das obras olímpicas, será construída uma nova ciclovia, com 7 km de extensão, que passará pelas estações de BRT e por instalações como o Parque Olímpico, a Vila dos Atletas, o Parque dos Atletas e o Riocentro. Após os Jogos, novos pontos de Bike Rio serão instalados nas áreas externa e interna do Parque Olímpico. O projeto, que atualmente conta com 1.160 bicicletas distribuídas pela cidade, será ampliado para 2.600 bikes e 260 estações até 2015.

Atualmente, a cidade conta a maior malha cicloviária do Brasil, com 370 quilômetros. Até o fim de 2016, esse número deve chegar a 450.

Publicações relacionadas

Essa publicação foi editada em nov 17, 2014 por Ágora Rio

Este post tem 1 assinante

Comentários (2)

José Henrique Melman diz... Nov 19, 2014

Excelente o foco em bicicletas e não em estacionamento para carros. Alternativas de transporte coletivo estão sendo aprimoradas e os cidadãos devem preferi-las aos carros. (Uma pena que nenhuma ideia que cite VLT tenha prosperado)
Deve haver ampliação de locais para estacionamento de bicicletas.

caetanoand diz... Nov 20, 2014

Penso que no terminal Alvorada seria essencial ter um estacionamento subterrâneo para veiculos e bicicletas. Pois poderia acabar incentivando o morador da Barra a usar o transporte público e diminuiria o trânsito da região. Tal estacionamento poderia aumentar o número de pessoas que hoje frequentam o bosque da Barra e a Cidade das Artes. Com um estacionamento grande por exemplo escolas públicas e particulares poderiam fazer passeio escolar na Cidade das Artes e no bosque. Mas é preciso integrar o estacionamento a região de modo correto.

EFETUE O LOGIN ou CADASTRE-SE AGORA para participar da discussão
Share