Desafio Ágora Rio

Categorias

Onde estamos e para onde vamos?

Postado por Ágora Rio (Admin) Nov 7, 2014

Primeiro encontro presencial no Imperator

 Você deve estar se perguntando: "tá, eu enviei minha ideia, ela está sendo curtida e comentada... Mas, o que acontece agora?" 

O Desafio Ágora Rio foi lançando em 9 de setembro de 2014. A partir dessa data, os cidadãos e cidadãs da cidade tiveram a possibilidade de se cadastrar em nossa plataforma digital e enviar propostas de mudanças e melhorias em todas as regiões do Rio. Essa primeira fase, a de PROPOSIÇÃO, durou até o dia 26 de outubro. 

Depois desse momento, iniciamos a etapa de DISCUSSÃO, e é nela que nos encontramos agora. Essa é a oportunidade que a população tem de curtir e comentar as ideias apresentadas no site, interagir com as secretarias municipais, questionar e entender o que já foi e o que está sendo feito na cidade, além de compreender o que se pode esperar para o futuro do município. Essa segunda fase vai até o próximo domingo, dia 10 de novembro. 

Depois, abriremos um espaço para AVALIAÇÃO das 50 propostas mais curtidas na etapa de discussão. Até o dia 16 de novembro, a população poderá dar notas de 0 a 5 nas ideias selecionadas, e as 25 mais bem avaliadas serão as escolhidas para entrar no TEXTO FINAL do Desafio. Esse material será formado pela junção das ideias apresentadas e redigido pela Equipe Ágora Rio em conjunto aos usuários da plataforma. Todos e todas terão acesso ao texto, e poderão fazer sugestões e comentários.

O produto final dessa construção coletiva será apresentado às secretarias municipais competentes que irão ANALISAR a viabilidade de execução das propostas. No dia 4 de Dezembro, o Prefeito Eduardo Paes participará de uma videoconferência na qual irá COMENTAR as propostas e explicar quais poderão ser levadas a diante, quais não poderão e o porquê.

Além de toda essa participação por meios digitais, é importante lembrar que temos realizado também encontros presenciais, que visam aproximar ainda mais população e poder público. Nessas ocasiões, também aproveitamos para discutir as propostas apresentadas, só que de um jeito mais próximo e dinâmico. O primeiro encontro foi no Imperator (Centro Cultural João Nogueira), dia 23 de outubro, e o próximo será terça-feira, dia 11 de novembro, no Museu de Arte do Rio (MAR). 

Depois de compreender como a roda gira, uma pergunta: ainda vai ficar de fora desse momento tão especial para nossa cidade? Cadastre-se, curta, comente e compartilhe!

Fazer do Rio um lugar melhor para se viver depende de todos nós!

Equipe Ágora Rio

Essa publicação foi editada em nov 10, 2014 por Ágora Rio

unnamed.jpg
Este post tem 2 assinantes

Comentários (2)

RodrigoRJ diz... Nov 11, 2014

Prezados, essa regra de somente as 50 mais curtidas passarem para a etapa de avaliação já estava estabelecida desde o início? Sinceramente, eu achei que faltou definição e divulgação das regras de cada fase. No início seriam as 10 mais votadas que seriam levadas para o prefeito. Aí eu perguntei o que significava "votada", se seria a mesma coisa que "curtida". Vocês responderam que não, que a votação seria em fase posterior, inicialmente chamada de "Votação" e depois renomeada para "Avaliação Cidadã". Depois vocês falaram em um comentário que seriam 20 propostas levadas ao prefeito, as 10 "mais pontuadas na fase de votação" e as 10 "mais comentadas até o fim do processo". Agora são as 25 "mais bem avaliadas" serão as ecolhidas para o texto final. 

As regras mudaram sempre ou é impressão minha?

Espero que numa próxima rodada do projeto essas regras sejam mais claramente definidas no início e que não sejam alteradas durante o curso.

Usuários marcados:
Sergio Galvão diz... Nov 17, 2014

Parece, Rodrigo, que a regra é a seguinte: "Tudo pode mudar, a qualquer momento" . E tem um colega noso que entendeu bem isto. Por esta razão eu o "parabenizo" abaixo:

"ONDE ESTAMOS E PARA ONDE VAMOS?"

É... “Marcel Peres”...  e lá naquela cidadezinha chamada riozinho, enquanto dormem os inocentes... provou-se que a tática de simplesmente negativar as demais propostas poderia ser melhorada, e com muito êxito! O Ágora Rio deve estar muito orgulhoso de vocês, afinal, trata-se da mesma “ética”.
Você tinha uma proposta com 63 comentários, sendo que, destes, 38 foram seus próprios comentários.  Ah! Precisamos ser justos, existia também um ilustre “contribuidor” , senão vejamos:

“Rioluz diz... 3 semanas atrás

  • Olá, Marcel. Muito obrigado pela sua ideia. Ela já começou a ser posta em prática!
  • A Prefeitura do Rio atua desde 2011 com testes do sistema híbrido de iluminação, com dois tipos de alimentação: eólica e solar. Até o momento, o sistema está presente em duas áreas da cidade: no Mirante da Prainha e Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca. Ao todo são quatro postes que funcionam com placas de captação de energia solar e eólica. A geração de energia elétrica através destas fontes é de extrema importância, pois se trata de uma fonte renovável e limpa. O projeto ainda está em fase de análise e certamente será um grande passo na direção do desenvolvimento sustentável”.

Voltando à “ética das Ágoras”, enquanto os “ingênuos” defensores do “Preservar o Parque Ecológico de Marapendi Íntegro” (a exemplo de outros grupos) se mobilizaram para conseguir mais cerca de 10 votos de apoio no último dia, aumentando o que já era o maior número de apoiadores, e elevando a ideia à primeira posição; você deu uma aula de “estratégia” conseguindo através desse seríssimo sistema Ágora Rio, aos 45 minutos do segundo tempo...mudarem 3 votos de 1 estrela para 3 votos de 5 estrelas e depois travar o sistema assinando mais de 40 propostas consecutivamente, até que o Ágora Rio interrompesse a votação (segundo tela que copiei e guardei, faltando ainda 52 minutos para terminar o tempo estabelecido. Afinal de contas, fora um belo gol!).  Foi, sim, uma bela jogada, também, aquela de travar o sistema, já que se sabia que bastariam dois votos de 1 estrela na sua proposta e ela retornaria para a 15ª. ou 20ª. posição, onde estivera até alguns minutos antes das manobras de “gênio”!
Agora, ridículo mesmo, pessoal do Ágora Rio, seria considerar sério um sistema que consegue permitir que uma proposta com 18 votos “positivos” e menos de vinte “contribuidores” invalidem centenas de votos positivos, de quase mil contribuidores de outras propostas que foram ultrapassadas através desse tipo de manobra.
E o maior de todos os ingênuos era eu, que pensava que morava no Rio de Janeiro, uma cidade séria!

EFETUE O LOGIN ou CADASTRE-SE AGORA para participar da discussão
Share