Desafio Ágora Rio

Categorias

Debate Ágora Rio em Madureira

Postado por Ágora Rio (Admin) Oct 16, 2014

 

 O Desafio Ágora Rio promoveu, na ultima sexta-feira (10/10), na Nave do Conhecimento do Parque Madureira, Zona Norte do Rio, o primeiro evento presencial para debater a ampliação do legado dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. 

O Secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho, abriu a apresentação do Ágora via video conferência, agradescendo a presença de todos e demonstrando que a tecnologia é um dos meios de tornar a gestão da cidade ainda mais participativa.

 



O tema lançado na plataforma colaborativa da Prefeitura do Rio visa buscar uma forma de diálogo e participação efetiva da população nas tomadas de decisão do governo municipal. O evento foi um
bate-papo informal entre crianças, adultos e jovens para apresentar e convidar os cidadãos a acessarem
o site e mandarem suas propostas de como podemos ampliar e melhorar ainda mais o que já está sendo
feito para os jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. A discussão presencial resultou em temas importantes
para o progresso e desenvolvimento da cidade, como as mudanças nas áreas de transporte, meio ambiente, infra estrutura e desenvolvimento social.


A fase de proposição do Ágora Rio se encerrará no dia 27/10 (segunda-feira), então corra e acesse
www.desafioagorario.com.br., sua participação é fundamental e muito importante para essa fase. 


Venha conhecer, propor, discutir e transformar a cidade.

Essa publicação foi editada em out 24, 2014 por -----

IMG_1713.JPG
Este post tem 2 assinantes

Comentários (1)

Sergio Galvão diz... Nov 17, 2014


É... “Marcel Peres”...  e lá naquela cidadezinha chamada riozinho, enquanto dormem os inocentes... provou-se que a tática de simplesmente negativar as demais propostas poderia ser melhorada, e com muito êxito! O Ágora Rio deve estar muito orgulhoso de vocês, afinal, trata-se da mesma “ética”.
Você tinha uma proposta com 63 comentários, sendo que, destes, 38 foram seus próprios comentários.  Ah! Precisamos ser justos, existia também um ilustre “contribuidor” , senão vejamos:

“Rioluz diz... 3 semanas atrás

  • Olá, Marcel. Muito obrigado pela sua ideia. Ela já começou a ser posta em prática!
  • A Prefeitura do Rio atua desde 2011 com testes do sistema híbrido de iluminação, com dois tipos de alimentação: eólica e solar. Até o momento, o sistema está presente em duas áreas da cidade: no Mirante da Prainha e Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca. Ao todo são quatro postes que funcionam com placas de captação de energia solar e eólica. A geração de energia elétrica através destas fontes é de extrema importância, pois se trata de uma fonte renovável e limpa. O projeto ainda está em fase de análise e certamente será um grande passo na direção do desenvolvimento sustentável”.

Voltando à “ética das Ágoras”, enquanto os “ingênuos” defensores do “Preservar o Parque Ecológico de Marapendi Íntegro” se mobilizaram para conseguir mais cerca de 10 votos de apoio no último dia, aumentando o que já era o maior número de apoiadores, e elevando a ideia à primeira posição; você deu uma aula de “estratégia” conseguindo através desse seríssimo sistema Ágora Rio, aos 45 minutos do segundo tempo...mudarem 3 votos de 1 estrela para 3 votos de 5 estrelas e depois travar o sistema assinando mais de 40 propostas consecutivamente, até que o Ágora Rio interrompesse a votação (segundo tela que copiei e guardei, faltando ainda 52 minutos para terminar o tempo estabelecido. Afinal de contas, fora um belo gol!).  Foi, sim, uma bela jogada, também, aquela de travar o sistema, já que se sabia que bastariam dois votos de 1 estrela na sua proposta e ela retornaria para a 15ª. ou 20ª. posição, onde estivera até alguns minutos antes das manobras de “gênio”!
Agora, ridículo mesmo, pessoal do Ágora Rio, seria considerar sério um sistema que consegue permitir que uma proposta com 18 votos “positivos” e menos de vinte “contribuidores” invalidem centenas de votos positivos, de quase mil contribuidores de outras propostas que foram ultrapassadas através desse tipo de manobra.
E o maior de todos os ingênuos era eu, que pensava que morava no Rio de Janeiro, uma cidade séria!

EFETUE O LOGIN ou CADASTRE-SE AGORA para participar da discussão
Share